3 Erros Fatais do Empreendedor

3 erros fatais do empreendedor

3 Erros Fatais do Empreendedor

Pessoas como eu e você, vivem a procura de independência financeira, e para tal é preciso investimento certo? No entanto, é preciso ter muito cuidado na hora de investir e empreender em um negócio.

Segundo o IBGE , a cada 10 negócios abertos no Brasil, 6 fecham antes de completar 5 anos. Isso por que o empreendedor iniciante comete erros por inexperiência, como consequência disso, administra mal seus negócios trazendo muitos problemas.

Se você quer ter um negócio de sucesso, com estabilidade e crescimento contínuo, continue lendo e saiba quais erros não deve cometer.

Quais são os erros mais comuns cometidos por empreendedores iniciantes?

Um dos principais erros de um empreendedor inexperiente que podem ser fatais, são:

1. Não estar atento ao mercado financeiro

É de suma importância estar atento ao mercado e o fluxo de vendas do qual seu negócio é feito, esse é um erro comum entre os empreendedores iniciantes.

Não estar atento aos negócios pelo mundo relacionado ao mercado em que você atua podem levar sua empreitada a beira do abismo.

Dentro disso, muitos empreendedores dão início a um novo negócio com tanto expectativa sob sua ideia que se esquecem de fazer um planejamento e estabelecer metas atingíveis.

O ideal é ter um objetivo, geralmente de longo prazo, e metas menores, de curto prazo. Saber exatamente pelo que você está trabalhando faz toda a diferença na hora de tomar decisões, além de ser um fator de motivação.

Você pode se tornar um grande empreendedor porque sabe que deve ser. Mas, se você é um daqueles que entrou nesse jogo pelas razões erradas, então mais cedo ou mais tarde você terá problemas.

2. Não ter um bom engajamento com o cliente

Também é um dos erros fatais do empreendedor não dar a devida importância aos clientes. A relação com seu cliente é o que de fato irá direcionar você a ter um bom ou péssimo negócio.

Um aspecto importante sobre os métodos para criar engajamento com clientes envolve um entendimento de que é preciso combinar recursos técnicos e emocionais. É necessário, por exemplo, ser técnico na hora de entender seu público, traçar estratégias de comunicação e mensurar o que funciona eo que não.

Por outro lado, na hora de conversar com o cliente é preciso entender que há uma pessoa aguardando atendimento e que espera um tratamento adequado e o mais personalizado possível.

Seu cliente deve amar seu serviço ou produto e para tal é preciso um bom trabalho e investimento.

3. Não proteger sua propriedade intelectual

Assim como a lei protege a propriedade pessoal e imobiliária, ela também protege os direitos exclusivos sobre ideias, invenções e criações. Tanto no campo industrial e científico quanto literário e artístico. Mas é comum que empreendedores que cometam o erro de não patentear suas ideias antes de colocá-las em prática.

O que um empreendedor não deve fazer?

Veja abaixo o que um empreendedor iniciante não deve deixar de fazer de forma alguma, este é um dos erros cometidos por empreendedores que traz grandes “dores de cabeça” ao negócio, com consequência graves.

  • Não deixe de patentear seus negócios.

É muito importante que seu negócio esteja protegido, patentes, marcas e direitos autorais devem estar regularmente registrados, caso contrário você poderá ser vítima de cópias registradas e acabará tendo que pagar pelos direitos já registrados, sendo proibido até de vender.

O que achou do artigo? Deixe seu comentário e qualquer dúvida sinta-se a vontade para me perguntar. Aproveite e leia também  4 Dicas Para Empreender a Partir do Zero

Até o próximo conteúdo. Você gostou da informação? Compartilhe.